Flamengo é vice-campeão do Torneio Início Juvenil de Vôlei

Por Site Oficial em
As equipes de vôlei do Flamengo entraram em quadra de novo neste fim de semana, desta vez pela categoria Juvenil. Em sua estreia em competições na temporada, o time feminino conquistou a medalha de prata no Torneio Início, enquanto o masculino ficou com a quarta colocação. 
A competição é disputada em apenas um dia, por isso, os jogos têm duração de um set de 25 pontos. Todas as equipes se enfrentam na fase classificatória e as duas mais bem colocadas avançam à grande decisão. No feminino, o Mais Querido enfrentou justamente as donas da casa, o time do Fluminense, e foi derrotado por 25 a 11 na final, terminando o torneio com a medalha de prata. 

Atacante do Rubro-Negro, Mariana Abdalla analisou a competição e os treinamentos da equipe até então. 

"A gente está treinando firme desde que começou a temporada, não tivemos nenhum dia de folga até hoje. Estamos muito focadas, às vezes fazemos treinos divididos e específicos, e acho que isso adiantou muito porque vimos uma melhora muito grande no nosso passe, por exemplo, durante o torneio", afirmou a jogadora. 
"O time está muito mais unido e acho que isso se dá pela forma como estamos treinando. A gente está sempre com quatro técnicos e isso está sendo muito bom, porque recebemos muita atenção. Estamos evoluindo bastante e acho que vamos ter uma excelente temporada. Já vimos muita melhora do ano passado para cá, mas ainda temos muita coisa para evoluir. Acho que até o final do ano a gente vai estar muito bem e vai bater de frente com o Fluminense e todos os outros clubes", finalizou. 

Seguindo o calendário da Federação de Vôlei do Rio de Janeiro, os próximos times a entrarem em quadra pelo Torneio Início são o Infantil e o Mirim femininos, respectivamente, no sábado (17), às 13h, no ginásio do Fluminense, e no domingo (18), no mesmo horário, no Grajaú TC. 

As equipes de vôlei do Clube de Regatas do Flamengo contam com recursos de seus patrocinadores – Estácio, AmBev, Rede D’or, IRB Brasil RE, CSN, Brasil Plural, EY – via Lei de Incentivo Federal/Ministério do Esporte (IR) e Lei de Incentivo Estadual/Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude (Seelje) do Rio de Janeiro, além de apoio do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) proveniente da descentralização de recursos oriundos da Lei Pelé.