Flamengo estreia no Campeonato Brasileiro Interclubes de Voleibol Sub-20

Por Site Oficial em

Foto: Staff Images/Flamengo

O time de vôlei feminino Sub-20 do Flamengo estreia no Campeonato Brasileiro Interclubes nesta segunda-feira (13), em Salvador (BA). O Rubro-Negro enfrenta o clube ABC do Vôlei, de Santa Catarina, às 20h. A partida é válida pelo Grupo B da competição, que conta ainda com a equipe Mackenzie Esporte Clube, de Minas Gerais. Os jogos serão disputados no ginásio do Clube Bahiano de Tênis.

 

Atacante do Mais Querido, Mariana Abdalla falou sobre a preparação do time para a disputa da primeira edição do Campeonato. "Treinamos muito nesta última semana, de segunda a sábado, visando o torneio. O time está bastante unido e isso só vai nos ajudar a fazer uma excelente campanha", afirma.

 

A equipe mescla atletas das categorias Infanto (até 19 anos) e Juvenil (até 21 anos), já que o campeonato carioca é disputado dessa forma, enquanto o Brasileiro Interclubes aceita somente jogadoras nascidas a partir do ano de 1998. "Não vamos jogar com nossa líbero titular por esse motivo, mas temos certeza que a do Infanto vai dar conta do recado", diz Mariana. "Os outros times estão passando pela mesma situação", explicou.

Quanto aos adversários, alguns velhos conhecidos do Rubro-Negro também estão na disputa. "Do Rio, vieram Fluminense e Botafogo, que sabemos que são times fortes. Dos outros estados, o Bradesco tem uma equipe boa, com muitas meninas da seleção brasileira. Outro grupo muito bom está na nossa chave, o ABC do Vôlei, campeão de Santa Catarina", avaliou a camisa 8 do Mais Querido. "O nosso time é composto por algumas jogadoras que acabam de voltar da Taça Paraná e tiveram uma ótima atuação, vão ser uma força a mais pra gente. Acho que vamos conseguir fazer um ótimo campeonato, mesmo competindo com times muito fortes", finaliza.

O Brasileiro Interclubes terá início nesta segunda-feira (13) em Salvador e seguirá até o dia 27.11.

 

As equipes de vôlei do Clube de Regatas do Flamengo contam com recursos de seus patrocinadores – Estácio, AmBev, Rede D’or, IRB Brasil RE, CSN, Brasil Plural, EY – via Lei de Incentivo Federal/Ministério do Esporte (IR) e Lei de Incentivo Estadual/Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude (Seelje) do Rio de Janeiro, além de apoio do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) proveniente da descentralização de recursos oriundos da Lei Pelé. 

Quer fazer a diferença nos esportes olímpicos do Flamengo e deixá-lo cada vez mais forte? Contribua, seja um Anjo da Guarda. Acesse http://flamengo.com.br/anjodaguarda e saiba como.