Zé Ricardo prevê duelo complicado contra o San Lorenzo

Por Gazeta Esportiva em
Flamengo volta a focar suas forças na disputa da Copa Libertadores (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

O Flamengo se prepara para a decisão contra o San Lorenzo-ARG, nesta quarta-feira, em Buenos Aires, pela Libertadores. Os rubro-negros se classificam com um empate sem depender de outros resultados. Caso percam, os flamenguistas vão ter que torcer por um tropeço do Atlético-PR, que encara a Universidad Catolica-CHI, em Santiago.

Os rubro-negros estrearam contra o San Lorenzo na Libertadores. Na ocasião, o Flamengo venceu por 4 a 0, com boa atuação no segundo tempo. No entanto, o técnico Zé Ricardo adiantou que os cariocas vão encontrar um adversário mais forte nesta quarta-feira.

“Vamos encontrar um time diferente do que enfrentamos no Maracanã. Precisamos de pelo menos um ponto para sairmos classificados, mas não jogaremos pelo empate, mesmo sabendo que nos interessa. Ficar dependendo de um jogo por um ponto é difícil. Eles mostraram ser uma equipe muito forte. Teremos uma batalha em Buenos Aires”, disse.

Zé Ricardo lamentou a falta de tempo para trabalhar com o elenco. Desde o início da temporada, o Flamengo já está na quinta competição em disputa: Campeonato Carioca, Primeira Liga, Libertadores, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro. Somente o Estadual, entre todos, já terminou, com o título para o Rubro-Negro. O treinador lembrou que antes de jogos difíceis sempre gosta de fazer treinos específicos com os jogadores.

“Efetivamente sinto falta de treinamento. Porque quando tem uma equipe forte como adversário, você precisa de treinos mais específicos. Então, minha maior necessidade é treinamento. Com certeza, com mais treinamento, podemos fazer uma partida melhor. Todo treinador sente”, declarou.

Com nove pontos, o Flamengo lidera o grupo 4 da Libertadores. No entanto, os rubro-negros estão dois pontos a frente de San Lorenzo e Atlético-PR, que também brigam pela classificação para as oitavas de final. Somente a Universidad Catolica, com cinco, está eliminada, mas pode buscar uma vaga na Sul-Americana.